Pontapé inicial para a disputa de mais um título do futebol profissional
28/01/2019 

Pontapé inicial para a disputa de mais um título do futebol profissional

O jargão do meio futebolístico que diz: “a bola vai rolar”, se encaixa perfeitamente nesses momentos em que os clubes estão se preparando para o início da 28ª edição do Campeonato Rondoniense de Futebol Profissional – Série A. A Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER) promove e organiza a principal competição profissional que além do título da elite do futebol garante vagas para as principais competições nacionais tais como: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro Série D e Copa Verde podendo um clube da Rondônia alcançar degraus mais altos em busca de melhores colocações no ranking nacional.

O apito inicial para a disputa pelo campeonato já traz a expectativa pelo clube que daqui a alguns meses estará levantando o troféu de campeão. Em campo, teremos os veteranos Genus, Guajará, Ji-Paraná, Real Ariquemes, Rondoniense, Barcelona e Vilhenense, bem como o retorno da União Cacoalense e a estreia dos novatos Porto Velho e Guaporé.

O Campeonato Rondoniense tem conquistado seu crescimento em termo de estrutura e organização com tal evolução devendo e sendo acompanhada pelos clubes profissionais. Aliás, não se pode falar em Campeonato Rondoniense sem antes trazer à tona toda sua história que inicia em 1991, quando foi dado o ponta-pé inicial para a profissionalização, fato este comemorado, pois, dessa forma, abrimos as portas para que o nosso futebol fosse conhecido para o país e para o mundo. Prova disso é que temos jogadores que começaram nos gramados rondonienses e hoje despontam em clubes do Brasil e do exterior.

O campeonato estadual da primeira divisão tem um brilho todo especial, pois oportuniza aos clubes a disputar a Copa do Brasil e o campeonato brasileiro Série D, podendo-se chegar às categorias A, B e C, e até mesmo almejar competições como a Sulamericana e Libertadores da América.

Hoje o calendário do futebol rondoniense está consolidado com competições de alto nível gerando centenas de empregos diretos e indiretos que abrangem desde os atletas profissionais em seus clubes de origem, até a imprensa falada, escrita e televisada.

Muitos clubes passaram por essa história e deixaram seu legado. Mas, hoje, os atuais clubes darão início à disputa da mais importante competição estadual da modalidade não deixam nada a desejar e traçam sua história com dignidade numa disputa sadia pelo tão sonhado título.

Muitas coisas ainda estão por vir para o enriquecimento do futebol rondoniense. Assim como define a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), é de grande importância que os clubes profissionais direcionem maior atenção para a categoria de base e, principalmente, para o feminino. A FFER tem seguido à risca e mantido um calendário consolidado que traz competições de todas as categorias.

Jargões de locutores esportivos renomados, tipo “haja coração, amigos” e "olho no lance" com certeza serão lembrados neste novo campeonato. Quem será o campeão? A resposta será conhecida no final do mês de abril. Que em campo estejam jogadores compromissados e disciplinados e quem irão ganhar serão os torcedores que com certeza irão lotar os estádios.

Heitor Costa - presidente da FFER



Autor: Jornalista Paulo Ricardo


Últimas