Presidente da FFER destaca confirmação do ex-jogador Branco para assumir a base da CBF
24/10 18:40

Presidente da FFER destaca confirmação do ex-jogador Branco para assumir a base da CBF

O tetracampeão mundial Branco é o novo Coordenador das categorias de base da Seleção Brasileira. Cláudio Ibraim Vaz Leal retorna à CBF para o cargo que ocupou entre 2003 e 2007, quando conquistou muitos títulos: o Pré-Mundial Sub-20 (2003), o Mundial Sub-20 (2003), a Copa Internacional do Mediterrâneo Sub-18 (2003), a Copa Sendai Sub-18 (2003), o Mundial Sub-17 (2003), a Copa Internacional do Mediterrâneo Sub-15 (2003), o Sul-Americano Sub-15 (2005), o Sul-Americano Sub-17 (2005) e o Sul-Americano Sub-20 (2007). Ele realizará um trabalho plenamente integrado com o Coordenador da Seleção Principal.
A confirmação do nome do ex-jogador Branco foi destacada pelo presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), Heitor Costa, que tem um estreito laço de amizade há anos.
A experiência dele como jogador da Amarelinha também é de muitas glórias. O lateral foi fundamental na campanha do tetracampeonato mundial, em 1994, quando marcou o histórico gol de falta que garantiu a vitória do Brasil diante da Holanda, nas quartas de final da competição.
− O Branco chega para cumprir dois conceitos cruciais da base: preparar com eficiência nossos jovens valores para integrar o time principal e conquistar os títulos que notabilizam o Brasil. Que ele traga sua experiência e seu estigma de vencedor – afirma Rogério Caboclo, Diretor Executivo da CBF.
Fora dos gramados, Branco teve uma trajetória exitosa como Diretor Executivo do Fluminense, onde conquistou a Copa do Brasil de 2007 e foi vice-campeão da Libertadores da América de 2008 e da Copa Sul-Americana de 2009. Também foi treinador em três equipes: Figueirense, de Santa Catarina, Guarani, de Campinas e Sobradinho, do Distrito Federal.
– Estou feliz em voltar, muito animado. Chego para fazer um trabalho alinhado com a Coordenação da Seleção Principal, acompanhando de perto as competições e jogadores da base e mantendo uma interlocução próxima com os clubes – destacou Branco, de 54 anos.

Histórico como jogador
Branco disputou 78 jogos pela Seleção Brasileira e conquistou, além da Copa do Mundo de 1994, a Copa América de 1989. Foram 50 vitórias, 16 empates e 12 derrotas, com dez gols marcados. O ex-lateral iniciou a carreira pelo profissional no Guarany de Bagé-RS e passou por grandes clubes do Brasil, como Fluminense-RJ, Grêmio-RS, Corinthians-SP e Flamengo-RJ. No Tricolor das Laranjeiras foi onde mais se destacou, conquistando o Campeonato Brasileiro de 1984, e também onde encerrou a carreira. Além disso, Branco ainda jogou por times da Itália, Portugal, Inglaterra e Estados Unidos.



Autor: CBF


Últimas