Representantes do futebol brasileiro participam de reunião técnica na Casa Conmebol
26/06 00:00

Representantes do futebol brasileiro participam de reunião técnica na Casa Conmebol

Representantes do futebol brasileiro que estão na Rússia se encontraram durante dois dias, no início desta semana, para reuniões na Casa Conmebol, estrutura montada pela Confederação Sul-Americana na capital do país-sede da Copa do Mundo de 2018. Dirigentes da CBF, presidentes de federações estaduais e de clubes debateram temas como legado do Mundial de 2014, novas regras para registro de contratos, janela de transferências e direitos internacionais do Brasileirão.

Na segunda-feira (25), o presidente da entidade anfitriã, Alejandro Domínguez, recebeu os líderes, que trataram ainda do relatório de atividades institucionais junto à Conmebol e FIFA e pontuaram algumas ações futuras em parceria com os executivos sul-americanos. Após as atividades, Domínguez foi presenteado com uma camisa da Seleção Brasileira, entregue pelo diretor executivo de Gestão da CBF, Rogério Caboclo.

– Esta é a casa de todos os sul-americanos. Para a próxima Copa do Mundo, queremos ser conhecidos e reconhecidos não apenas pela qualidade do nosso futebol, mas pela qualidade da gestão, seriedade e transparência – afirmou Alejandro.

Na terça (26), as reuniões de trabalho foram entre as entidades brasileiras, divididas em duas etapas. No primeiro momento os presidentes de federações estaduais e diretoria da CBF estiveram reunidos para discussão de temas pertinentes à organização da Copa do Mundo e discussão sobre vários assuntos relativos à Conmebol e FIFA, especialmente sobre o andamento do programa legado da Copa de 2014.

Após, foi a vez dos clubes se reunirem com a diretoria da CBF, onde foram debatidos assuntos de interesse, entre eles as questões relativas à janela de transferência e a venda dos direitos internacionais do Campeonato Brasileiro da Série A. Em seguida, um almoço de confraternização foi oferecido pela Conmebol aos integrantes da comitiva brasileira.

Participaram da reunião 16 presidentes de federações estaduais: Antônio Aquino Lopes (Federação de Futebol do Estado do Acre), Francisco das Chagas Dissica Valério Tomaz (Federação Amazonense de Futebol), Ednaldo Rodrigues Gomes (Federação Bahiana de Futebol), Mauro Carmélio Santos Costa Júnior (Federação Cearense de Futebol), Daniel dos Santos Vasconcelos (Federação de Futebol do Distrito Federal), Gustavo Oliveira Vieira (Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo), Antônio Américo Lobato Gonçalves (Federação Maranhense de Futebol), Adélcio Magalhães Torres (Federação Paraense de Futebol), Evandro Barros de Carvalho (Federação Pernambucana de Futebol), Cesarino de Oliveira Sousa (Federação de Futebol do Piauí), José Vanildo da Silva (Federação Norte-Riograndense de Futebol), Heitor Luiz da Costa Junior (Federação de Futebol do Estado de Rondônia), Rubens Renato Angelotti (Federação Catarinense de Futebol), Milton Dantas de Farias Junior (Federação Sergipana de Futebol), Reinaldo Rocha Carneiro Bastos (Federação Paulista de Futebol), e Leomar de Melo Quintanilha (Federação Tocantinense de Futebol).

 

O encontro contou também com a presença dos presidentes de clubes: Ricardo Fonseca (Brasil-RS), Arnaldo Barros (Sport), Leonardo de Oliveira (Paraná), Jaime Dal Farra (Criciúma), Francisco Battistotti (Avaí), José Armando Abdalla Júnior (Ponte Preta), Tony Couceiro (Paysandu); e do diretor de Marketing da Chapecoense, João David de Nes.

Pela CBF participaram o presidente Antônio Carlos Nunes de Lima; os vice-presidentes Fernando Sarney e Gustavo Dantas Feijó; o diretor executivo de Gestão, Rogério Caboclo, o secretário-geral, Walter Feldman; o vice-presidente eleito para a gestão 2019-2023, Castellar Modesto Guimarães Neto, e os diretores Jurídico, Carlos Eugênio Lopes; de Governança e Conformidade, André Megale; Financeiro, Ginlei Botrel; de Regitro, Transferência e Licenciamento, Reynaldo Buzzoni; de Marketing, Gilberto Ratto; de Patrimônio, Oswaldo Gentile; de Assessoria Legislativa, Vandenbergue dos Santos; de Comunicações, Douglas Lunardi; e os presidentes das comissões de Arbitragem, Marcos Marinho; e Nacional de Médicos do Futebol, Jorge Pagura.

 



Autor: CBF


Últimas