Orientações e atualização da Regra de Futebol são discutidas com arbitragem do quadro nacional
19/04 17:00

Orientações e atualização da Regra de Futebol são discutidas com arbitragem do quadro nacional

Com o propósito de manter a arbitragem rondoniense que faz parte do quadro nacional atualizada quanto às mudanças da Regra de Futebol, foi realizada durante todo o dia de quinta-feira uma palestre sobre Diretrizes Técnicas ministrada pelo instrutor da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Cláudio José. O evento ocorreu na sede da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER) com a participação do presidente da Comissão de Arbitragem da entidade máxima do futebol rondoniense, Almir Belarmino, bem como 10 profissionais da área entre árbitros e assistentes.

A arbitragem rondoniense tem 10 nomes que figuram no quadro nacional sendo eles: Fledes Santos, Márcia Bezerra Caetano, Alessandro Bessa, Edilson Soares Falcão, Jonathan Antero, Adenilson de Souza, Maicon Pessoa, Caio Cazuza, Valdebranio da Silva e Davi da Silva. Todos participaram da palestra proferida pelo instrutor Cláudio José.

O objetivo da palestra foi passar vídeos, com jogadas que sofreram alterações na redação da regra do futebol. Com essa palestra, a Comissão de Arbitragem da FFER, inicia a preparação dos árbitros visando os Campeonatos Brasileiros (Séries A, B, C e D).

Durante a apresentação de vídeos, o presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia, Heitor Costa, destacou a atuação da arbitragem e reforçou maior atenção nesta reta final do Rondoniense Loterias Caixa 2018. “O esforço de cada um é gratificante e nos jogos que restam para o Rondoniense Loterias Caixa muito será exigido de cada um da arbitragem. Foi nesse sentido que engajamos na proposta de garantir a vinda de um instrutor para essa palestra que enriquece o conhecimento para melhor aplicação da regra”, enfatizou Heitor.

O instrutor CBF esclareceu que a palestra tem como principal objetivo esclarecer dúvidas a respeito de regras e também para os participantes conhecerem as principais mudanças ocorridas. “Nossa arbitragem deve estar em um nível alto para acompanhar esse processo. A ideia é unificar todo esse conhecimento e que todos estejam atualizados para um melhor desempenho nos jogos”, reforçou o instrutor.

 



Autor: Paulo Ricardo


Últimas