Prova objetiva marca o início da pré-temporada dos árbitros e assistentes
26/01 00:00

Prova objetiva marca o início da pré-temporada dos árbitros e assistentes

Uma prova de 20 questões foi aplicada para os árbitros e assistentes do quadro da Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (C.A/FFER) no primeiro dia da pré-temporada que começou na noite de sexta-feira, 26, com atividades neste sábado e domingo. Os testes teóricos foram aplicados, às 19 horas, a mais de 40 profissionais no auditório da entidade. O presidente da Comissão, Almir Belarmino, destacou o empenho de todos que compareceram para início das atividades. “Estamos bem próximo do início do Campeonato Rondoniense Série A e a preocupação é para que todos os árbitros e assistentes estejam prontos para o apito inicial da competição”, ressaltou.

Neste sábado, pela manhã, as atividades prosseguem com instruções sobre lesões e manuseio do Desfibrilador Externo Automático (DEA). Outras atividades também estão programadas para a tarde de sábado. No domingo, os árbitros e assistentes participam de treinos práticos que serão realizados no Centro de Treinamento do Rondoniense.

Almir Belarmino falou do processo de renovação do quadro e a importância do apoio dos que já estão há anos na arbitragem. “A dinâmica é das melhores. Temos um quadro de bom conceito na nossa arbitragem temos essa nova “safra” que está engajada para boas atuações dentro de campo”, resumiu, enfatizando que a concorrência salutar por mais atuações mostra o quanto a arbitragem rondoniense está crescendo.

Um dos mais experientes árbitros de Rondônia que hoje compõe a Comissão de Arbitragem, Osvaldo Cazuza, reforçou o comprometimento que cada um deve apresentar sejam os antigos e os que estão dando os primeiros passos na arbitragem.

O presidente do Sindicato dos Árbitros de Rondônia, Paulo Pereira, parabenizou a todos que se deslocaram até Porto Velho participar da pré-temporada e mencionou os desafios para que a categoria seja sempre bem vista. “Enfrentamos dificuldades de trazer a pré-temporada para a Capital, mesmo assim conseguimos em respeito a cada profissional. É preciso destacar a importância do intercambio entre os municípios”, disse.



Autor: Jornalista Paulo Ricardo


Últimas