FFER busca informações e CBF coloca fim às especulações sobre estádio Passo das Emas
26/04 00:00

FFER busca informações e CBF coloca fim às especulações sobre estádio Passo das Emas

Após o jogo entre Luverdense-MT e Rondoniense, pela semifinal da Copa Verde, algumas especulações foram levantadas referente ao estádio Municipal Passo das Emas , em Lucas do Rio Verde, no interior do estado de Mato Grosso, onde o Luverdense Esporte Clube manda seus jogos. O jogo foi disputado na última quinta-feira (véspera do feriadão de Tiradentes) e após a eliminação do Rondoniense alguns torcedores chegaram a questionar se o estádio estaria ou não interditado.

Tão logo tomou conhecimento de supostas especulações, o presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), Heitor Costa, manteve contato com o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, e com o secretário geral da entidade, Walter Feldman, visando buscar esclarecimentos com objetivo de garantir ao clube filiado informações precisas e verdadeiras sobre o fato.
Após o feriadão, o presidente da entidade maior do futebol de Rondônia recebeu um ofício assinado pelo diretor de competições da CBF, Manoel Flores, com a seguinte redação:  

“Em resposta ao ofício 017/FFER-Presidência/2017), atestamos que o referido estádio contava com sua capacidade plena de operação para a partida válida pela semifinal da Copa Verde disputada entre Luverdense e Rondoniense, confirme documentação em posse da CBF/DCO emitida pelo Corpo de Bombeiros/MT apresentando a capacidade dentro do previsto no artigo 18 do Regulamento Específico da competição. Cumpre-nos esclarecer que o tratamento a todos os participantes de competições CBF é isonômico, imparcial e dentro da legislação vigente. Por outro lado, apreciamos e encorajamos a sua constante defesa dos interesses de seu estado e nos colocamos sempre à disposição para auxiliá-lo na evolução e desenvolvimento do futebol de Rondônia como também nos colocamos ao dispor para todo e qualquer esclarecimento que se faça necessário em assuntos relacionados aos certames coordenados pela CBF”.




Autor: Paulo Ricardo


Últimas