Crônica esportiva: não vai ter jogo fácil no Estadual
06/03 13:25

Crônica esportiva: não vai ter jogo fácil no Estadual

Passada a euforia e a ansiedade da 1ª rodada do Campeonato Rondoniense FFER/Eucatur, os clubes voltam às atividades ou para corrigir erros ou para reforçar o esquema adotado. Membros da crônica esportiva analisam a rodada e são unânimes em afirmar que a primeira rodada superou as expectativas, com 10 gols marcados em 4 jogos, dando uma média de 2,5 gols por partida, com destaque para duas goleadas.

JOÃO DALMO

O radialista João Dalmo, com mais de 4 décadas na área esportiva, destaca que a rodada deixou claro que não haverá jogo fácil neste Campeonato Rondoniense. “Foi uma rodada que mostrou o que será o campeonato deste ano. A maior surpresa ficou pelo placar do jogo entre Rolim de Moura e Ji-Paraná. Isso pela derrota do Galo da BR de 3 a 1 para o Rolim. A equipe de Ji-Paraná, nove vezes campeã Estadual não esperava estrear sendo goleada”, disse.

Dalmo também afirmou que o jogo considerado mais difícil seria entre Guajará e Rondoniense. “Talvez esse seria o jogo de maior atenção e vou explicar: o Guajará estreava na competição trazendo o peso do ano passado, pois não venceu nenhum jogo e não marcou nenhum gol, ou seja, entrou em campo com muita pressão dos torcedores. Do outro lado era o Rondoniense que fazia sua estreia na elite do futebol e teve que enfrentar a pressão da estreia e a pressão dos torcedores do Guajará que queriam ver o primeiro gol do time da casa depois que retornou ao futebol profissional.

J.LIMA

O radialista José Lima, o J.Lima - com 20 anos como repórter esportivo, também chamou a atenção para o tão esperado gol do Guajará depois que retornou para a elite do futebol no ano passado. “Foram 4 jogos difíceis e que nos leva a crer que teremos um grande campeonato e a disputa será acirrada. O Genus estreou na competição trazendo na bagagem o peso de ser campeão do ano passado e finalmente contou com um estádio reformado e lotado de torcedores. Foi um sábado de muita chuva e atrapalhou um pouco do brilho da partida entre Genus e Real”, salienta.

Para J.Lima, a vitória do Rolim de 3 a 1 diante do Ji-Paraná foi surpresa. “O Rolim de Moura chegou quieto na competição e enfrentou o grande campeão de títulos do passado Ji-Paraná. Foi uma vitória importante para que a equipe possa crescer ainda mais na competição. Também chamo a atenção para a estreia do Rondoniense Social Clube. O time estava rodeado de expectativas e tinha que suportar a pressão do Guajará Esporte Clube e conseguiu retornar da Pérola do Mamoré com um empate de 1 a 1”, frisou.

ALEXANDRE

O jornalista Alexandre Almeida, do site Futeboldonorte, acredita que a primeira rodada do Campeonato Rondoniense superou as expectativas e destacou o nível apresentado pela equipes. Ele também ressalta a importância do jogo entre Guajará Esporte Clube e Rondoniense Social Clube, já que o time de Guajará-Mirim precisava dar uma resposta a seus torcedores. “Foi um ano de 2015 sem marcar nenhum gol e sem vencer nenhuma partida. Por isso, o time precisava quebrar o jejum de gols e ainda não perder dentro de casa. Sobre o Genus, campeão Estadual de 2015, Alexandre destaca a atuação do time que este ano irá disputar além do Estadual a Copa Verde e a Copa do Brasil. Apesar do temporal que castigou Porto Velho na noite de sábado, o que observamos foi um Genus mantendo o mesmo ritmo do ano passado e forte para a disputa das três competições. No resumo, acreditamos que o campeonato deste será acirrado com grandes emoções a cada rodada”, enfatiza.



Autor: Jornalista Paulo Ricardo


Últimas