Falta de recadastramento pode complicar situação de clubes
30/01 10:18

Falta de recadastramento pode complicar situação de clubes

A recomendação é antiga: os clubes precisam efetuar o recadastramento junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER). No entanto, a atenção para o fato ainda é pouca. O alerta vem sendo passado aos clubes há mais de dois meses pela Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), porém, a maioria ainda continua sem efetuar o recadastramento e, consequentemente, os times ficam impedidos de assinar novos contratos com jogadores ou inscrever atletas nas competições. 

O recadastramento é obrigatório, incluindo a emissão e o pagamento do boleto anual dos clubes. Sem o recadastramento não será mais possível a transferência e o registro de contratos de jogadores, se o clube não estiver devidamente recadastrado.

Sem o recadastramento, a situação dos clubes pode se complicar, inclusive por faltar pouco mais de um mês para o início do campeonato. Deixando para a última hora, há o risco de não haver tempo hábil para registro de atletas. 



Autor: Jornalista Paulo Ricardo - assessor FFER


Últimas