Fifa vai criar órgão para repasse do recurso da Copa 2014
31/10 10H20

Fifa vai criar órgão para repasse do recurso da Copa 2014

Os esforços da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER) pelo início das obras o Centro de Treinamento que será construído em Porto Velho, através do Legado Fifa da Copa do Mundo de 2014, continuam com constantes reuniões entre o presidente da entidade, Heitor Costa, na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A Fifa anunciou a criação de um órgão para administrar o repasse, ao futebol brasileiro, de verbas referentes ao legado. A decisão foi tomada na última semana, durante reunião do conselho da entidade em Calcutá, na Índia.

As remessas estavam bloqueadas desde o segundo semestre de 2015 em decorrência de problemas ocorridos. Dos US$ 100 milhões (cerca de R$ 330 milhões) previstos para o programa de legado da Copa para os países-sede, apenas US$ 5 milhões (R$ 16 milhões) haviam sido liberados até aquele momento.

 "Decidimos que uma entidade será estabelecida no Brasil para cuidar do programa de legado que foi prometido há muitos anos, antes mesmo da Copa do Mundo, e que foi interrompido por vários motivos", disse Gianni Infantino, presidente da Fifa.

Heitor Costa disse que se mantém otimista para a construção do Centro de Treinamento e espera que a situação seja revolvida o mais rápido possível. “Não perdemos as esperanças. Estamos em constantes contatos com a CBF em torno deste assunto e esperando por uma resposta positiva. É esperado que nos próximos meses seja definido como será feito o pagamento do valor restante da Fifa e, desta forma, podermos iniciar as obras”, disse Heitor que esteve na última semana na sede da CBF discutindo novamente o assunto. 



Autor: Paulo Ricardo


Últimas