Padronização contábil: CBF avança no projeto junto a federações
14/09 15:00

Padronização contábil: CBF avança no projeto junto a federações

Dando continuidade ao projeto de uniformização das práticas contábeis das federações estaduais de futebol iniciado no ano passado, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) segue avançando com a medida. Após distribuir o Manual de Práticas Contábeis e o Modelo de Demonstrações Financeiras em 2016, o passo agora é aplicar consultoria presencial para todas as entidades com o objetivo de possibilitar maior clareza e transparência na geração e divulgação de dados. Rondônia e Acre foram os primeiros atendidos. Pela logística, os próximos da lista são Maranhão e Piauí.

– O propósito da CBF é auxiliar as federações. O nosso objetivo, em um futuro próximo, é poder analisar o balanço da Federação de Rondônia, por exemplo, e comparar com a do Rio de Janeiro, de São Paulo, de Minas Gerais, assim por diante. Todas com os mesmos padrões, que foram estabelecidos a partir de um grupo de trabalho criado em 2016, entre CBF e oito federações. Passada essa primeira etapa, agora resolvemos ir ao local, conhecer a equipe de trabalho da área financeira para poder esclarecer qualquer dúvida do manual que foi mandado. Assim, esperamos que na próxima publicação já alcancemos resultados melhores – explicou Gilnei Botrel, diretor financeiro da CBF.

Nos dois últimos dias, o consultor Carlos Aragaki, representante da BDO RCS Auditores Independentes – parceira da CBF – esteve na Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFEF) e falou sobre as reuniões com os representantes da entidade.

– Pudemos nos reunir com a diretoria da federação e com a contabilidade, que é terceirizada. Passamos as práticas que devem ser seguidas para um balanço mais transparente. Eles foram bastante atenciosos e temos a percepção que, no próximo balanço que for entregue, teremos bons resultados. A melhora na qualidade das informações passadas é algo bom não só para eles, mas também pela legislação que precisam seguir – declarou Carlos.

Após receber a consultoria, Heitor Costa, presidente da Federação de Rondônia, falou da importância do projeto de uniformização da CBF.

– Essa consultoria veio em uma boa hora e gostaria de parabenizar a CBF por implementar mais transparência. Ficamos muito satisfeitos e aproveitamos com muita atenção tudo o que foi colocado. Uma das dúvidas que tiramos foi sobre o preenchimento do borderô financeiro. Muitas vezes, as pessoas acham que a federação fica com toda a renda. Então tivemos uma explicação detalhada de como preencher de forma a ficar tudo bem esclarecido, sem margem para erro de interpretação dos clubes ou imprensa, por exemplo – contou Heitor Costa.



Autor: CBF


Últimas