Presidente Heitor Costa será homenageado pela Escola de Samba Os Diplomatas
28/07 14H30

Presidente Heitor Costa será homenageado pela Escola de Samba Os Diplomatas

A Escola de Samba Os Diplomatas prepara uma grande homenagem para personalidades que fizeram história dentro da agremiação resgatando as raízes o tradicional carnaval de Porto Velho. Dentre os homenageados está o presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), Heitor Costa, considerado baluarte e sendo lembrado pelo trabalho exercido na presidência da escola no início da década de 80.  A homenagem foi confirmada na manhã de sexta-feira ao próprio presidente da entidade durante a visita da atual diretoria de Os Diplomatas composta por Jair Monteiro (presidente), Mário Filho (diretor financeiro) e Carlinhos Maracanã (diretor de carnaval).

Segundo informou o diretor Carlinhos Maracanã, os meses de setembro e outubro serão realizados dois grandes eventos da escola de samba, quando será realizada a escolha do samba e enredo para o carnaval 2018 e a homenagem aos baluartes de Os Diplomatas.

Heitor agradeceu e destacou a iniciativa da atual diretoria em homenagear personalidades que deixaram seu legado dentro da escola de samba e contribuíram de forma grandiosa para não deixar a chama se apagar na antiga agremiação carnavalesca de Porto Velho. “Minha história não se resume apenas na política do Estado por ter sido deputado constituinte e que teve a importante missão de atuar na Constituição do Estado de Rondônia. Fico honrado pelo reconhecimento da escola de Samba Os Diplomatas, da qual tive o prazer de presidir na década de 80. Hoje, essa homenagem feita pela diretoria traz à tona as lembranças de tantos outros que deixaram seu legado e que ainda contam essa magnífica história”, ressalta.

O diretor de carnaval, Carlinhos Maracanã, lembrou fatos históricos e deixou claro que isso não pode se apagar no carnaval de Porto Velho. “Serão dois grandes eventos e iremos homenagear essas pessoas que tiveram representatividade na história da escola de samba. A velha guarda jamais poderá ser esquecida do nosso carnaval e por isso vamos reviver nossas raízes”, disse empolgado Maracanã.



Autor: Paulo Ricardo


Últimas