Nota de Pesar pelo falecimento do jornalista Carlos Neves
10/08 09:00

Nota de Pesar pelo falecimento do jornalista Carlos Neves

A Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER) manifesta seu pesar e sua solidariedade à família e amigos do jornalista Carlos Neves que faleceu nesta quarta-feira, 10. O jornalista era atuante e defendia o exercício profissional de qualidade.

Carlos Neves foi diretor de comunicação da Assembleia Legislativa, onde atuou por mais de 30 anos. Foi assessor também de vários órgãos públicos, como o Ministério Público do Estado. Foi editor do Jornal Alto Madeira.

 Na Assembleia, o começo da trajetória de Carlinhos, como era conhecido, foi no gabinete do deputado Walter Bártolo. Depois, com a aprovação no concurso, Carlinhos Neves passou a integrar a equipe da Assessoria de Imprensa, já que era jornalista com passagem pelos jornais O Guaporé, O Parceleiro, A Tribuna e Alto Madeira.

 Em sua trajetória no Poder Legislativo de Rondônia, Carlinhos Neves respondeu como assessor de imprensa da Assembleia em janeiro de 1989, foi assessor de imprensa do Poder em 2000 e diretor de comunicação social em 2012. Quando não esteve em cargo de direção, sempre desempenhou suas funções como jornalista. Seus conhecimentos técnicos na área de jornalismo foram requisitados pela Secretaria de Indústria e Comércio de Rondônia, onde foi assessor de imprensa em 1993; Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia (Iperon), como assessor de imprensa, no período de 1996 a 1999; Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, como secretário de imprensa, assessor da presidência e assessor de imprensa do Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho, no período de 2001 a 2003, e assessor de imprensa do Ministério Público do Estado de Rondônia no período de 2003 a 2006. Teve o trabalho reconhecido com moção de aplausos em várias ocasiões.



Autor: FFER (com informações do Rondoniagora)


Últimas