FFER reúne dirigentes para votar proposta do Estatuto adequado ao Profut
10/06 11:30

FFER reúne dirigentes para votar proposta do Estatuto adequado ao Profut

O Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut) tem sido tratado como um marco para o futebol brasileiro e tem resultado em diversas discussões para que entidades que regem o futebol e clubes se adéqüem às mudanças. Foi nesse sentido que a Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER) realizou na manhã desta sexta-feira, 10, Assembleia Extraordinária com a presença de dirigentes de clubes e Ligas Desportivas para que fossem discutidas e aprovadas as propostas de adequação do Estatuto da entidade, atendendo o que determina a Lei 13.155 – Profut.

O presidente da FFER, Heitor Costa, defende que tanto a entidade quanto os clubes passem por um processo de adaptação ao Programa. “A FFER sempre trabalhou seriamente nas normas administrativas, financeiras, desportivas, jurídicas e de infraestrutura e a adesão ao Profut é uma determinação da própria Confederação Brasileira de Futebol (CBF). As mudanças aplicadas no Estatuto foram analisadas e aprovadas por maioria absoluta dos dirigentes que também se manifestaram referente ao Programa”, destaca o presidente, enfatizando que foram apresentadas e aprovadas algumas alterações no Estatuto, bem como as regras eleitorais da entidade.

Preocupado também com a questão das adequações dos clubes, o presidente apresentou aos dirigentes o advogado Diego Vasconcelos (da Nogueira e Vasconcelos Advogados) que fez uma exposição sobre o planejamento fiscal dos clubes.  Recolhimento de taxas tributárias e contratos de jogadores foram à tônica das discussões com os dirigentes apresentando dúvidas sendo todas sanadas pelo advogado.  Ele também fez explanação sobre tributos fiscais, contribuições federais.

 



Autor: Paulo Ricardo


Últimas