Terreno começa a ser limpo e Heitor ressalta conquista do CT

Terreno começa a ser limpo e Heitor ressalta conquista do CT

O Centro de Treinamento que será construído em Porto Velho através do projeto que faz parte do Fundo Legado Fifa da Copa do Mundo começa a sair do papel. As máquinas iniciaram na manhã de sábado o serviço de limpeza do terreno localizado em frente à Universidade Federal de Rondônia (Unir) é a previsão é que a obra seja concluída no primeiro semestre de 2016. No total, serão 15 CT´s construídos no país, sendo que o primeiro foi entregue recentemente no Pará e, após várias reuniões na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), Heitor Costa, conseguiu garantir que o próximo seria o de Rondônia.

O projeto faz parte do Fundo Legado da Copa do Mundo, onde os Estados que não sediaram jogos do Mundial serão beneficiados. “Essa é a resposta para meia dúzia que prefere manter a ideia de que o futebol não pode crescer. Para a maioria que aposta no trabalho sério está aí mais essa conquista. O Centro de Treinamento é uma realidade, fruto do nosso trabalho e respeito junto à CBF. A Federação mostra suas conquistas que são visíveis, tais como: a profissionalização do futebol, a construção da sede própria da entidade, a abertura para Rondônia disputar competições nacionais Copa Verde, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro Série D, além das direcionadas à categoria de base”, salientou Heitor.

A semana foi corrida para o presidente da entidade maior do futebol rondoniense. Começou com a participação na Audiência do Senado Federal, onde atendeu ao convite do senador Romário para dar explanação sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido pela FFER. Em seguida, ele participou da Audiência na Assembleia Legislativa apresentando medidas que podem ser adotadas em apoio aos clubes do futebol profissional. “Foram duas audiências que mostramos todo nosso trabalho e esclarecemos o que a entidade tem feito e suas responsabilidades e esclarecendo dúvidas que ainda persistem como o estádio Aluízio Ferreira que é de propriedade do Estado e não da Federação”, ressaltou.

Ao falar do Centro de Treinamento, Heitor foi enfático em afirmar que tudo é fruto do compromisso com o futebol. Os CT´s, terão como prioridade a formação de atletas e a previsão é que estejam todos prontos até final de 2017.



Autor: Assessor de Imprensa: PAULO RICARDO