ALUIZÃO: CBF acena com apoio para reforma do estádio

ALUIZÃO: CBF acena com apoio para reforma do estádio

A reforma do estádio Aluízio Ferreira, o Aluizão, ganhou novas forças a partir do encontro com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, juntamente com o presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), Heitor Costa, com o senador Valdir Raupp e o vice-governador Daniel Pereira. A reunião foi realizada na última semana, e o clima de otimismo foi fortalecido, após a entidade maior do futebol brasileiro acenar com a possibilidade de dar apoio, aguardando uma contrapartida do Governo do Estado.

Heitor Costa destacou a cordialidade do presidente da CBF que demonstrou sensibilidade em apoiar na realização desse antigo sonho de reformar e ampliar o Aluizão podendo chegar à capacidade de 15 mil torcedores. “Estamos muito atrás no quesito estádio. Perdemos grandes oportunidades por não termos um estádio moderno capaz de receber grandes jogos, principalmente um amistoso da seleção brasileira. Ano que vem teremos Olimpíadas no Brasil e Porto Velho poderia muito bem ser uma base de treinamento de alguma seleção, caso tivesse um estádio”, desabafou Heitor.
A expectativa, agora, é para outro encontro entre o presidente Heitor Costa juntamente com o senador Valdir Raupp, o vice-governador Daniel Pereira para que o assunto volte a ser discutido, inclusive, com a presença do governador Confúcio Moura.

O próprio presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, se comprometeu em vir a Rondônia para o lançamento da pedra fundamental do Centro de Treinamento que será construído em Porto Velho, como parte do legado da FIFA, pela Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil.
“O CT é uma realidade. Tivemos a honra de sermos o segundo Estado a receber o legado da FIFA, após incansáveis reuniões que tivemos na CBF com o então presidente José Marin e, agora, tendo o reforço e o reconhecimento do atual presidente Marco Polo Del Nero. Isso é uma conquista para Rondônia e as obras estão a um passo de serem iniciadas”, argumenta Heitor.



Autor: Assessor de Imprensa: PAULO RICARDO