Em tarde de empate entre Galo e Lobo, destaque para os goleiros

Em tarde de empate entre Galo e Lobo, destaque para os goleiros

De um lado o goleiro do Wagner, do VEC. Do outro, o goleiro do Ji-Paraná, Daniel. Esses foram os nomes do clássico disputado na tarde de domingo, na reabertura do estádio Biancão, válido pela quarta rodada do Campeonato Rondoniense Gazin. O empate de 1 a 1 foi considerado um grande resultado entre o Galo da BR e o Lobo do Cerrado, pelo desempenho de ambas as equipes dentro de campo.

O goleiro do Lobo do Cerrado fez, pelo menos, três grandes defesas, uma delas uma cabeçada a queima roupa. O VEC abriu o placar logo aos 4 minutos do primeiro tempo, com o chute forte do capitão Rai.

No segundo tempo, o Ji-Paraná voltou marcando mais forte e pressionando o goleiro adversário. O empate veio após a cobrança de escanteio e a cabeçada do meia Robson França, aos 10 minutos do segundo tempo.

A partir daí, a pressão foi de ambos os lados, quando entrou em cena os chamados milagres dos goleiros Daniel (Ji-Paraná) e Wagner (do VEC). O goleiro do Ji-Paraná conseguiu evitar uma jogada ficando cara-a-cara do o atacante Cabixi, fazendo uma grande defesa e evitando o que poderia ser o segundo gol do Lodo do Cerrado.

O Ji-Paraná volta a campo no próximo final de semana, para enfrentar o Genus, no estádio Aluizão. Já o VEC retorna a campo também no próximo final de semana contra o Guajará, no Portal da Amazônia.



Autor: Assessor de Imprensa: PAULO RICARDO