Bruno Costa destaca conquista da Seleção Sub-17 no Chile

Bruno Costa destaca conquista da Seleção Sub-17 no Chile

Precisando apenas do empate para conquistar o Quadrangular de Seleções, a Seleção Brasileira Sub-17 entrou em campo neste sábado e venceu o Chile, anfitrião da disputa que serviu de evento teste para o Mundial da categoria de 2015, e levantou o troféu com 100% de aproveitamento. Lincoln marcou o gol da vitória já na segunda etapa da partida.
A conquista do título foi destacada pelo observador técnico das categorias de base da CBF e rondoniense, Bruno Costa, que está acompanhando a delegação brasileira.
Partida decisiva e ainda na casa do adversário é sempre uma partida difícil. Tanto que o Brasil não conseguiu repetir o que fez contra Catar e Estados Unidos: abrir o placar ainda nos 15 minutos iniciais. Mesmo assim, com o domínio das ações ofensivas, a Seleção Sub-17 teve as melhores chances da primeira etapa.
As duas oportunidades mais claras foram com Leandro. Primeiro, quando Lincoln raspou de cabeça na intermediária e o camisa 10 apareceu em velocidade para chutar da entrada da área, mas a bola saiu. Depois, em cruzamento de Kleber, ele cabeceou e acertou o travessão.
Na segunda etapa, sem mudanças nos dois lados, a partida passou a ser uma disputa pela conquista do meio do campo, mas que não resultou em chances para nenhuma das equipes.
E quando tudo indicava que o Brasil levaria o troféu com o empate sem gols, Lincoln apareceu para completar cruzamento de Evander em cobrança de falta e marcou o gol do título. Brilhou a estrela do camisa 17.
Jovens mas já experientes, os meninos da Seleção souberam controlar o resultado após o gol marcado. Trabalharam a bola e só foram ameaçados em uma oportunidade. Após rebote de um lançamento, um chute de primeira de fora da área até passou pelo goleiro Bruno, mas não pelo zagueiro Thiago, que salvou em cima da linha.
Fim de jogo, agora é comemorar, mas não por muito tempo. Já neste domingo, a delegação brasileira embarca para os Estados Unidos, onde disputará o Torneio Nike Friendlies.


fonte: CBF


Autor: Assessor de Imprensa: PAULO RICARDO