Pode chorar à vontade, capitão: você joga muito!

Pode chorar à vontade, capitão: você joga muito!

Quem disse que homem não pode chorar? Há muito tempo que isso deixou de ser vergonha, não há mais espaço para esse tipo de intolerância, seja na vida, seja no futebol.

Então porque criticaram tanto o capitão da Seleção Brasileira no jogo contra o Chile. Críticas injustas e apressadas - afinal, já está provado, o craque não se fustiga, de jeito algum,porque a resposta se faz imediata.

Ela veio na forma de um gol. Não satisfeito em cumprir com louvor a sua tarefa, que é defender, Thiago de vez em quando se arrisca em fazer seus gols - nas cobranças de escanteios, ele está sempre lá, na área adversária, pronto para o bote final.

Nesta sexta-feira, ele novamente carimbou a rede do adversário. A cobrança de Neymar passou pela área, por um monte de zagueiros, mas não passou pelo capitão - Thiago Silva estava no lugar certo para abrir o caminho da vitória do Brasil.

Em um jogo tenso, disputado com vigor, e tendo pela frente atacantes habilidosos, Thiago Silva acabou e um lance fortuito castigado com o segundo cartão amarelo - ele tentou atrpalhar o goleiro Ospina a sair com a bola.

Está fora, portanto, do jogo de terça-feira contra a Alemanha, no Mineirão. Mas estará presente no grupo, com sua liderança, com sua força e palavra de incentivo.

- O gol foi muito importante, veio no momento certo, e estou feliz por ter mais uma vez ajudado a Seleção Brasileira. Infelizmente, não vou jogar contra a Alemanha, mas fora de campo vou dar o meu melhor para motivar mais ainda este grupo espetacular.


Autor: Cbf.com.br