VEC vence por 1 a 0 e fica com o título de campeão do Rondoniense

VEC vence por 1 a 0 e fica com o título de campeão do Rondoniense

Imbatível este ano no Portal da Amazônia, em jogos válidos pelo Campeonato Rondoniense Chevrolet, o VEC fez valer novamente o mando de campo e conquistou o título da competição estadual ao vencer o Ariquemes por 1 a 0. O jogo foi disputado no sábado, diante de estádio lotado. O herói do jogo é o iluminado Edilsinho que poucos dias antes do jogo era dúvida devido a uma lesão e fez o gol do título do time de Vilhena.

A primeira chance da partida ocorreu aos 19 minutos. Magno Ribeiro recebe sozinho dentro da área, mas demora na finalização e desperdiça a oportunidade de abrir o placar. Aos 30 minutos, Edilsinho cobra falta e a bola sobra dentro da área para Cabixi que fura, sobrando para Tayron que finaliza rente a trave.

Para a segunda etapa, as duas equipes continuaram em busca do gol. Aos 6 minutos, o Ariquemes tentou sair jogando, mas Carlinhos desarmou Diego Siqueira e a bola sobrou livre para Edilsinho que finaliza na saída do goleiro Rocha para colocar o Lobo do Cerrado em vantagem.

Com o resultado, o VEC garante seu quinto título estadual e disputará a Copa do Brasil 2015 e Copa Verde 2015.

Ficha Técnica

VEC 1 x 0 Ariquemes

Local: estádio Portal da Amazônia (em Vilhena-RO);

Árbitro: Arnoldo Vasconcelos Figarela;

Auxiliares: Márcia Bezerra Lopes Caetano e Reginaldo Alves de Melo; 4º árbitro: Paulo Pereira; 5º árbitro: Valdebranio da Silva;

Gols: Edilsinho aos 6’ do 2º;

Cartões amarelos: Abimael e Murilo Rufino (Ariquemes);

Expulsões: Reginaldo (Ariquemes);

Público pagante: 1547 torcedores;

Renda: R$ 26.540,00;

VEC

Dalton; Alex Barcellos, Marinho e Tayron; Portela, Carlinhos, Valtinho, Edilsinho e Thiaguinho; Cabixi (Kukau) e Sandro (Roallase) (Alex Sorocaba). Técnico: Marcos Birigui.

Ariquemes

Rocha; Murilo Rufino, Kleiton (Batipta), Vágner Leonardelli e Edson Bahia; Abimael, Reginaldo (Robson), Matheus Leoni e Diego Siqueira (Cezar); Souza e Magno Ribeiro. Técnico: Júlio César.









Autor: assessoria: paulo ricardo