IMPORTANTE SABER: Vaga na Série D para Rondônia é intransferível

IMPORTANTE SABER: Vaga na Série D para Rondônia é intransferível

Estamos à reta final do Campeonato Rondoniense Chevrolet e, consequentemente, pertos de conhecermos o representante de Rondônia no Campeonato Brasileiro Série D, que será o campeão do certame, conforme discutido e aprovado pelos representantes dos clubes participantes. Nessa caso, não há possibilidade alguma da vaga sair do Estado, ou seja, para outros clubes, como vem sendo maldosamente especulado nas redes sociais de que um clube do Pará poderá "comprar" a vaga.

Para entender melhor o fato, conforme definido no Conselho Arbitral do Estadual, no ano passado, especificamente em relação a Série D, a vaga será do campeão. Em caso de desistência, será repassada para o segundo lugar e assim sucessivamente. No pior das hipóteses, segundo esclarecimento da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), em caso de nenhuma agremiação quiser disputar a competição, será encaminhado um ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a organizadora do campeonato, comunicando o fato, cabendo à entidade maior do futebol nacional definir se transfere ou não a vaga.

Os diretores da FFER lamentaram o fato quanto a comentários sem fundamentos sobre "negociar" a vaga para outros clubes que não sejam os filiados e que estão disputando o Campeonato Rondoniense Chevrolet.

Vale ressaltar, segundo nota do Departamento Técnico da FFER, em relação ao Campeonato Brasileiro da Série “ D ” é adotado o Ranking instituído pela Confederação Brasileira de Futebol, que tem um único objetivo de servir de critério para o preenchimento de vagas na competição, sendo adotado, ainda, a classificação através dos campeonatos estaduais e outros torneios realizados por cada Federação Estadual.

Para esse ano (2013), o Ranking da CBF definiu 01 (uma) vaga para Rondônia, que será preenchida pelo campeão do Campeonato Rondoniense Chevrolet-2013, ou pelo vice em caso de desistência, na forma estabelecida pelo parágrafo único do artigo 4º e art. 5º do Regulamento Específico da Competição (REC-FFER).

Qualquer outro meio de participação de equipes não é admitido pela CBF, que possui normas específicas e rígidas quanto ao ingresso na competição.



Autor: Assessoria FFER: PAULO RICARDO