Agora não tem mais invicto; rodadas definem o G4 e o rebaixado

Agora não tem mais invicto; rodadas definem o G4 e o rebaixado

As últimas três rodadas da fase classificatória do Campeonato Rondoniense Chevrolet reservam grandes surpresas e, não temos dúvidas de que serão jogos de tirar o fôlego dos torcedores. Vai ser briga pelo G4 que irá disputar a fase semifinal e, uma corrida desesperada na fuga do rebaixamento. Se o returno tivesse terminado hoje, o Ji-Paraná tantas vezes campeão estaria na Segunda Divisão no ano que vem, uma vez que ocupa a lanterna na classificação geral, sendo o time que menos marcou gols, mais perdeu e o que menos venceu.

Bom! Mas vamos por parte. Começando pela parte de superior da classificação geral. Na noite de quinta-feira, parece que o velho dito popular que diz: “um dia é da caça outro é do caçador”, foi mesmo levado à risca entre Pimentense e Genus.
No primeiro jogo entre as equipes, disputado no último dia 10, no estádio Gentil Valério (em Ariquemes, “casa” do time da Capital) o Genus naquela noite conseguia vencer o Pimentense por 3 a 2 e, ainda tirava a invencibilidade do time de Pimenta Bueno.
Mas, na noite de quinta-feira, a situação se inverteu e o dia de caçador foi do Pimentense que virou o jogo para 2 a 1 a seu favor e, de quebra, derrubou o único, até aquele momento, invicto no Estadual e, também assumiu a liderança isolada.

Com o resultado, o Pimentense garantiu vaga na semifinal, mas continua brigando para se manter na liderança, o que dará direito de decidir dentro de casa. O Genus precisa de mais dois pontos para se manter tranquilo no G4, mas também está vivo na briga pela liderança.
Agora, na parte inferior da classificação temos o lanterna Ji-Paraná (com 5 pontos), o Rolim de Moura (com 9) e o VEC (com 10). Curiosamente, Ji-Paraná e VEC são as duas equipes consideradas gigantes do futebol rondoniense, mas dentro de campo as duas ainda estão devendo para seus torcedores.
A grande pergunta é: “Qual equipe será rebaixada este ano?”. Só para apimentar ainda mais a situação, Ji-Paraná e VEC se enfrentam neste domingo e quem perder pode está carimbando o passaporte para a Segundona.


PAULO RICARDO - Bacharel em Comunicação Social (Jornalismo); secretário de redação do jornal O ESTADÃO DO NORTE; assessor de imprensa da FFER




Autor: assessoria: PAULO RICARDO