Rolim é massacrado pelo Pimentense; lideres ainda invictos no Estadual

Rolim é massacrado pelo Pimentense; lideres ainda invictos no Estadual

Aconteceu a maior goleada até o momento no Campeonato Rondoniense Chevrolet. Como diria antigamente, o Rolim de Moura não anotou a placa do caminhão que atropelou o time. Aliás, o caminhão tem nome: Clube Atlético Pimentense (CAP) que não teve dó e aplicou não dois e nem três, mas sim cinco gols que deixaram os torcedores de Pimenta Bueno eufóricos e mais confiantes no tão sonhado título deste ano.
Esta coluna teve o privilégio de ouvir do presidente do CAP a informação de que o time vem trabalhando em torno de um planejamento elaborado não apenas para o campeonato. Os resultados estão surgindo tanto que o time é líder isolado do Estadual e ainda mantém uma invencibilidade de 5 jogos, sendo o time que mais marcou gols até o momento: 12.

O vice-líder e também invicto Genus, faz um campeonato heroico. Porto Velho é a única capital do país que não possui um estádio moderno e, mesmo assim, o Genus manteve-se na disputa deste ano jogando a 200 quilômetros da cidade, ou seja, em Ariquemes. Mesmo com a dificuldade de não poder jogar diante de sua torcida, o Genus continua firme na briga pela liderança do Estadual e vem logo atrás do líder Pimentense. Detalhe, o time tem um jogo a menos e também continua invicto no campeonato.

Para o Rolim de Moura, a derrota aumentará a cobrança dos torcedores que chegaram a ficar empolgados quando o time venceu as duas primeiras partidas do Estadual, mas amargou três derrotas consecutivas e, agora, tenta fugir da expressão CAVALO PARAGUAIO. Vale ressaltar aqui que a expressão é usada para designar os times de futebol que iniciam um campeonato com excelente atuação e, no decorrer dos jogos, são superados pelos outros times, ou seja, em nenhum momento pretendemos manchar o brilho do Rolim de Moura e sim fazer uma comparação tão simplesmente em relação à campanha do time.
Bom! Sabemos que trata-se de um campeonato acirrado com grandes equipes e não temos dúvidas de que o Rolim de Moura saberá reencontrar o caminho da vitória, principalmente para espantar a “bruxa” que anda rondando o time.



Autor: Assessoria de Imprensa: Paulo Ricardo