Em ofício, Moto Clube desiste de disputar Rondoniense 2013

Em ofício, Moto Clube desiste de disputar Rondoniense 2013

Por não poder utilizar o estádio Aluízio Ferreira, pertencente ao Governo do Estado, para poder mandar seus jogos, a diretoria do Moto Clube anunciou sua desistência da disputa do Campeonato Rondoniense Chevrolet 2013. O ofício foi entregue ao Departamento Técnico da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER) com a alegação de que o clube não dispor de condições de utilizar o Aluizão, deixando inviável a participação na competição.

A diretoria do Moto Clube, no ofício, também solicitou esclarecimentos junto ao Tribunal de Justiça Desportiva para considerar a situação para que o clube não seja penalizado com um possível rebaixamento para a Segunda Divisão, considerando a constante indefinição da disponibilidade do estádio, causando prejuízo ao projeto de patrocínio, bem como na formação de elenco, com estrema dificuldade de participar da competição longe de sua fiel torcida.

O principal fator que resultou na desistência do Moto Clube é o estádio Aluízio Ferreira, o Aluizão, que há anos vem sendo alvo de críticas. De propriedade do governo do estado, o Aluizão continua interditado devido as péssimas condições na estrutura, onde até mesmo o muro foi demolido por não apresentar condições seguras.

A FFER engajou na luta dos clubes da Capital em busca de uma solução do governo para a liberação do estádio, porém, não houve solução e a entidade maior do futebol rondoniense mantém o compromisso de ser fazer cumprir com o que determina a legislação desportiva.

Veja abaixo o oficio enviado pelo Moto Clube a FFER:






Autor: Assessoria FFER