FFER e MP de mãos dadas para cumprimento da Lei Desportiva

FFER e MP de mãos dadas para cumprimento da Lei Desportiva

Às vésperas do início do Campeonato Rondoniense Chevrolet - 1ª Divisão, mais uma vez a Federação de Futebol do Estado de Rondônia e o Ministério Público Estadual unem forças para que seja garantido o cumprimento das Leis Desportivas, bem como o Estatuto do Torcedor durante a competição. O elo foi fortalecido durante um encontro ocorrido na manhã de terça-feira, 5, com o presidente da entidade máxima do futebol rondoniense, Heitor Costa, o vice-presidente, Mirton Moraes, e o Chefe de Gabinete do Procurador de Justiça, Procurador Éverson Pini.

Durante o encontro, ocorrido na sede do Ministério Público, Heitor Costa destacou que todos os anos a entidade envia ao órgão os Laudos Técnicos que garante a liberação dos estádios para a realização dos jogos, conforme determina a Legislação. Heitor também demonstrou total preocupação quanto à situação do estádio Aluízio Ferreira - atualmente palco de discussões - e ouviu do Chefe de Gabinete que deve ser fazer cumprir o que determina a Lei.

Éverson Pini chegou a citar como exemplo o caso da Boate Kiss, em Santa Maria/RS, em caso de desrespeito à Legislação. O mesmo modelo de segurança, explica Éverson, deve ser aplicado na questão do futebol. "A energia que observamos nos estádios é impressionante e o futebol deve sim ser visto com um atrativo de lazer para família, desde que haja segurança nas praças desportivas", salientou.

Heitor novamente lembro do prazo da entrega dos Laudos dos estádios do Estado (que devem ser entregues até sexta-feira) e ressaltou a importância da parceria com o Ministério Público afirmando que qualquer medida adotada ou aplicada pela Federação de Futebol está dentro do que rege a Legislação. "Estaremos sempre em sintonia tanto a FFER quanto o Ministério Público. Faremos cumprir o que determina o Estatuto do Torcedor, uma Lei federal que define os direitos e deveres do torcedor brasileiro", disse Heitor que teve total apoio do Chefe de Gabinete que chegou a mencionar o acidente ocorrido na Bolívia quando um adolescente foi atingido por um sinalizador, quando se referio aos cuidados que devem ser manditos nos estádios.











Autor: Assessoria: Paulo Ricardo