Prefeito vai pedir Aluizão do Estado; Heitor pede Arena

Prefeito vai pedir Aluizão do Estado; Heitor pede Arena

A novela estádio Aluízio Ferreira (o Aluizão) pode ganhar mais um capítulo, mas dessa vez com um aspecto positivo. É que o prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif, pretende agendar uma audiência com o governador Confúcio Moura onde na pauta estará o pedido de transferência do estádio para a responsabilidade do município o que já vem recebendo vários apoios inclusive das secretarias de Esportes, tanto Estadual quando Municipal. A notícia foi confirmada pelo próprio chefe do Executivo durante reunião ocorrida na tarde de quarta-feira na Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), como presidente Heitor Costa.

Durante o encontro - que também contou com a presença dos dirigentes de Moto (João Lima), Sport Genus (Edney Lucas Lima) e a secretária Municipal de Esportes (Semes) Roselena Rivero – o prefeito ouviu atentamente ao clamor dos dirigentes quando ao risco da Capital ficar fora do Campeonato Rondoniense Chevrolet por falta de estádio.

De imediato, o próprio prefeito ligou para a secretaria estadual de Esporte, Cleidimara Alves, que assegurou a instalação de arquibancadas móveis e que o primeiro passo já foi dado com a derrubada do muro que estava interditado.

O mesmo tempo que o prefeito anunciava que iria pedir o estádio do Governo do Estado, o presidente Heitor Costa entregou o ofício que se tratava da construção de uma Arena Multiuso para Porto Velho.

No documento entregue ao prefeito, Heitor destaca ressalta os limites e possibilidades dos recursos utilizados pelo estado junto às Parcerias Público Privadas (APP´s) para realizar e viabiliar a construção de centros esportivos na cidade de Porto Velho, considerando que é a única capital do Brasil que não possui uma arena multiuso em condições de receber competições.

Os assuntos discutidos foram diversos, inclusive com o prefeito Mauro Nazif adiantando que conta com o apoio do deputado Federal Romário para viabilizar a vinda de uma seleção treinar na Capital para a disputa do mundial de 2014, desde que a cidade apresente as condições necessárias exigidas pelos consultores da Copa, no caso um futebol moderno.









Autor: Assessor de Imprensa: Paulo Ricardo