Sem estádio, Genus e Moto podem ficar fora do estadual

Sem estádio, Genus e Moto podem ficar fora do estadual

A possível não liberação do estadio Aluizio Ferreira para o Campeonato Rondoniense Chevrolet - 1ª Divisão deixou preocupado os dirigentes das equipes do Genus e Moto Clube.

A notícia foi dada na manhã desta quarta-feira, pela secretária da Secel, Cleidimara Alves, durante reunião ocorrida com o presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia, Heitor Costa, e dirigentes do Genus, Edney Silva e do Moto Clube, João Lima.

A reunião, ocorrida na Secretaria Estadual de Esportes (Secel), praticamente coloca fim as especulações sobre a liberação do estádio para que os times da Capital possam mandar seus jogos na competição. Os presidente dos dois clubes de Porto Velho demonstraram preocupação e lamentaram o fato do estádio Aluízio Ferreira sempre passar por essa situação. Eles já alertaram que sem estádio podem pedir afastamento do campeonato deste ano.

O estádio Aluízio Ferreira há anos se tornou o "calcanhar de Aquiles" do futebol da Capital. Pertencente ao Governo do Estado, o Aluizão, é considerado ultrapassado.

A FFER sempre tem somado aos apelos dos Clubes da Capital e reivindicado providências junto a Secretaria Estadual de Esporte, porém os esforços não surtiram efeito, o que compromete diretamente os representantes de Porto Velho no campeonato.

A Federação de Futebol do Estado de Rondônia, aguarda o pronunciamento oficial dos clubes da Capital quanto à participação dos mesmo no Estadual, para tomar as providências que o caso requer. A FFER informa que mesmo com a possível desistência dos clubes da Capital o campeonato será realizado normalmente com os clubes do interior.








Autor: Assessoria FFER - Paulo Ricardo